CEU Paraisópolis ganha nome da educadora Marisa Motta

Foi aprovado na sessão de hoje (3) da Câmara Municipal de São Paulo projeto (PL 398/16) do vereador Donato dando o nome de Marisa Motta ao CEU Paraisópolis, na Vila Andrade.

Marisa Motta ingressou na rede pública municipal de ensino em 2004, após aprovação em concurso público, lecionando inicialmente na EMEF Don Verimundo Toth. Lecionou durante 25 anos na comunidade de Paraisópolis, tendo ministrado aulas para duas gerações de alunos.

“Ao longo de sua carreira docente ela conquistou inúmeros amigos entre pais, alunos, professores e funcionários. Esta homenagem é mais do que merecida por tudo o que fez pela educação em nossa cidade”, destacou Donato.

Nascida em 1956, Marisa faleceu em outubro de 2015.

MOTO-TÁXI

A sessão desta quinta-feira aprovou outro projeto de Donato: o PL 356/2016, que proíbe a prestação de serviço de moto-táxi na cidade de São Paulo. A proposta tem coautoria do vereador Adilson Amadeu (PTB).

A vedação leva em conta os riscos que esse tipo de transporte acarreta à população, afetando a segurança. Há inúmeros registros de pessoas com algum tipo de deficiência decorrente de acidentes com motocicletas.

Tanto o projeto que dá o nome de Marisa Motta ao CEU Paraisópolis quanto a proposta que proíbe o moto-táxi seguem agora para sanção do Executivo.

HOMENAGEM

Projeto (PDL 11/2018) do vereador Donato concedendo a honraria Medalha Anchieta e Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo a Sra. Fanny Abramovich, em memória, foi aprovada pelo plenário da Câmara Municipal.

Fanny Abramovich foi pedagoga, educadora e escritora infanto-juvenil brasileira. Escreveu mais de 40 livros nas áreas de pedagogia e infanto-juvenis, foi uma das mais influentes autoras e vendeu mais de um milhão de livros.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


*