Sintusp busca apoio para manter sede dentro do campus da USP

Atendendo apelo de servidores da Universidade de São Paulo, o vereador Donato encaminhou ofício ao reitor da USP, Marco Antonio Zago, solicitando que ele receba uma comissão de representantes do Sintusp (sindicato que representa os funcionários da instituição) para tratar da questão da manutenção da sede sindical dentro do campus.

No primeiro semestre de 2016 a entidade foi notificada a desocupar o espaço que utiliza há décadas, no entorno da Escola de Comunicações e Artes.

A notificação, feita pela Coordenadoria de Administração Geral, justifica que a desocupação é necessária para a regularização do uso de espaços públicos situados no entorno da ECA”, para que sejam destinados “ao desenvolvimento de atividades acadêmicas”.

Apesar de a notificação ter sido feita há quase um ano, o Sintusp ainda luta para permanecer no local. O problema é que a direção da universidade vem se recusando a discutir a questão e mantém a posição de que o sindicato deixe o interior do campus.

“Em respeito à história do movimento sindical e ao direito de resistência reconhecido ao trabalhador, e ao bom relacionamento entre servidores desta instituição e seu corpo diretivo, rogamos a Vossa Magnificência que avalie a possibilidade de manter o sindicato em funcionamento dentro do campus, visto que esteve no mesmo local por 50 anos, e aceite abrir o diálogo com esses sindicalistas que travam a luta pelo espaço”, argumenta Donato no ofício ao reitor. O documento foi encaminhado na semana passada.

Na avaliação dos sindicalistas, está é uma tentativa de destruir a organização e desarticular a categoria na maior universidade pública do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


*